Curiosidades

tercio

On 15 Agosto 2018

 

 

 É muita sorte de poucos e azar de muitos! Só e simplesmente isso!

                                (parece até com o capitalismo!)

 

Leilões do detran em São Paulo

On 30 Novembro 2017

 

BIBLIOTECA DO PROCURADOR DA REPÚBLICA

OSÓRIO BARBOSA

(http://osoriobarbosa.com.br/index.php/ideia/curisidades/item/1708-biblioteca-do-procurador-da-republica-osorio-barbosa-ordem-alfabetica-ii-k-a-m)

 

                                       AUTORES                           LIVROS

 

K

 

K. W. Watkins - A Prática da Política

Kaj Birket-Smith - História da cultura – origem e evolução

Kalina Vanderlei Silva e Maciel Henrique Silva - Dicionário de conceitos históricos

Kalu Singh - Conceitos da psicanálise – culpa (de bolso)

Kalu Singh - Conceitos da psicanálise – sublimação (de bolso)

Kant - A Metafísica dos Costumes

Kant - A metafísica dos costumes

Kant - A paz perpétua e outros opúsculos

Kant - Doutrina do direito

Kant - Os imortais do pensamento universal – Editora Vandré

Kant e Schopenhauer - O pensamento vivo – apresentado por Julien Benda

Karen Armstrong - Breve história do mito

Karen Armstrong - Em Nome de Deus – O Fundamentalismo no Judaísmo, no Cristianismo e no Islamismo

Karen Armstrong - Maomé – uma biogafia do profeta

Karen Armstrong - Uma História de Deus – quatro milênios de busca do judaísmo, no cristianismo e no islamismo

Karen McCreadie - A riqueza das Nações de Adam Smith

Karl Deustsch e outros - Curso de introdução à ciência política: Poder e autoridade

Karl Deutsch - Análise das Relações Internacionais

Karl Deutsch - Política e Governo

Karl Engisch - Introdução ao Pensamento Jurídico

Karl Jaspers - Introdução ao pensamento filosófico

Karl Jaspers - Os mestres da humanidade

Karl Kerényi - Os deuses gregos

Karl Kerényi - Os heróis gregos

Karl Kerenyl - A mitologia dos gregos

Karl Larenz - Metodologia da ciência do direito

Karl Marx - A origem do capital

Karl Marx - Contribuição à Crítica da Economia Política

Karl Marx - Economia Política e Filosofia

Karl Marx - Formações econômicas pré-capitalistas

Karl Marx - Liberdade de impresna (LP&M)

Karl Marx - Miséria da filosofia

Karl Marx - O 18 Brumário e Cartas a Kugelmann

Karl Marx - O Capital

Karl Marx - Obras escolhidas – vol. 1

Karl Marx - Sobre o suicídio

Karl Marx – Friedrich Engels - A Sagrada Família

Karl Marx e Engels - A Ideologia Alemã

Karl Marx e Engels - Obras escolhidas – vol. I

Karl Marx e Engels - Obras escolhidas – vol. II

Karl Marx e Engels - Obras escolhidas – vol. III

Karl Marx e Engels - Teoria sobre a literatura e a arte

Karl Marx e Friedrich Engels - Manifesto Comunista

Karl Olivecrona - Linguagem jurídica e realidade

Karl Popper - O mundo de Parmênides

Karl R. Popper - A Sociedade aberta e seus inimigos – Tomo I

Karl R. Popper - A Sociedade aberta e seus inimigos – Tomo II

Karl R. Popper - Conhecimento objetivo

Karl Schefold - Grécia clássica

Karl-Otto Apel - Transformação da filosofia – I

KarlOtto Apel e outros - Com Habermas, contra Habermas

Kate Barrows - Conceitos da psicanálise – inveja (de bolso)

Katharine E. Wilkie e Elizabeth R. Moseley - A Constituição Americana e o seu criador

Kathleen Freeman - Ancilla to the pré-socratic philosophers

Kathrin H. Rosenfield - Antígona – de Sófocles a Hölderlin

Kay hoffman - As dores de Amor de Sócrates

Kazimierz Ajdukiewicz - Problemas e teorias da filosofia

Kazuo Ishiguro - Quando éramos órfãos

Keats - Ode sobre a melancolia e outros poemas (tradução Pericles Eugênio da Silva Ramo)

Keith Thomas - O homem e o mundo natural

Keller - E a Bíblia tinha razão

Ken Follett - Na toca do leão

Ken Follett - O terceiro gêmeo

Ken Follett - O vôo da águia

Ken Follett - Queda de gigantes

Kenneth Clark - Civilização

Kenneth Clark - Leonardo da Vinci

Kevin Baker - Rebelião em Nova Iorque

Kierkegaard - In vino veritas

Kiropotkin - O Estado e seu papel histórico

Klaus Günter - Teoria da argumentação no direito e na moral – justificação e aplicação

Kleber Duarte Barretto - Ética e Técnica no acompanhamento terapêutico – andanças por Dom Quixote e Sancho Pança

Könemann - História da Filosofia

Konrad Lorenz - A Agressão

Konrad Lorenz - Civilização e Pecado

Konstantinos Kaváfis - Poemas

Korczak Books - Instrumental english (3 volumes)

Krech, Cruthfield e Ballachey - O indivíduo na sociedade – vol. II

Kurt Rudolf Mirow - A Ditadura dos cartéis

Kwame Anthony Appiah - Introdução à filosofia contemporânea

 

L

L. (ou Leônidas) Hegenberg - Significado e conhecimento

L. Cabral de Moncada - Filosofia do Direito e do Estado

L. J. Macfarlane - Teoria Política Moderna

L. Liard - Lógica

La Fontaine - Fábulas – 2 volumes (Ed. Landy)

La Nuova Universitá - Compendio de Dirito Costituzionale

Laércio Dias de Moura - A dignidade da pessoa humana e os direitos humanos

Laéria Fontenele - A interpretação

Lafayete Josué Petter - Direito Econômico – doutrina e questões de concursos (Verbo Jurídico)

Lafayete Josué Petter - Princípios Constitucionais da Ordem Econômica – o significado e o alcance do art. 170 da constituição Federal (Ed. RT).

Lafayette Pozzoli - Maritain e o Direito

Laloup – Nelis - Cultura e civilização

Lamartine Bizarro Mendes - Quem matou PC Farias

Lancelot Hogben - Maravilhas da matemática – vol.1

Lancelot Hogben - O homem e a ciência – vol. 7

Lancelot Hogben - O homem e a ciência – vol. 8

Larousse - As grandes invenções da humanidade – vol. 2 – da máquina a vapor ao plástico

Larousse - As grandes invenções da humanidade – vol. 3 – do telefone à clonagem humana

Larousse (Catherine Salles) - Larousse das civilizações antigas

Laura Bacellar - Escreva seu livro

Laura Muller e Nélson Vitiello - 500 perguntas sobre sexo

Laure Adler - Nos passos de Hannah Arendt

Laurence Bergreen - Além do fim do mundo

Laurence Bergreen - Marco Polo

Laurence Camiglieri e outros - As mais belas lendas da idade média

Laurence Rees - O carisma de Adolf Hitler

Laurentino Gomes - 1822

Lauro Escorel - Introdução ao Pensamento Político de Maquiavel

Lawrence Baum - A Suprema Corte Americana

Lawrence Block - O ladrão que estudava Espinosa

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Baltasar

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Baltasar (Ediouro)

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Baltazar

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Clea

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Clea

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Clea (Ediouro)

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Justine

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Justine

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Justine (Ediouro)

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Mountolive

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Mountolive

Lawrence Durrell - O quarteto de Alexandria – Mountolive (Ediouro)

Lawrence Durrell - Poemas

Laymert Garcia dos Santos - Tempo de ensaio

Léa Masina - Guia de Leitura – 100 autores que você precisa ler

Leandro Karnal - Pecar e Perdoar - Deus e o Homem na História

Leandro Karnel - Estados Unidos – a formação da nação

Leandro Konder - A questão da ideologia

Leandro Konder - Heigel – a razão quase enlouquecida

Leandro Konder - Lukács

Leandro Konder - Marx – Vida e Obra

Leandro Konder - Marx – Vida e Obra

Leandro Konder - O futuro da filosofia da práxis

Leandro Konder - O futuro da filosofia da práxis

Leandro Narloch - Guia politicamente incorreto da História do Brasil

Leda Boechart Rodrigues - A Corte de Warren

Lêda Boechat Rodrigues - História do Supremo Tribunal Federal – Tomo I

Legrand - Caixa de ferramentas

Lello - Lello Universal (4 volumes)

Leminski - Distraídos Venceremos

Lenadro Konder - Hegel – a razão quase enlouquecida

Lênin - Materialismo e empiriocriticismo

Lênin - O Estado e a Revolução

Lenio Luiz Streck - Hermenêutica jurídica e(m) crise

Lenio Luiz Streck - Jurisdição Constitucional e Hermenêutica

Leo Huberman - História da Riqueza dos EUA (nós, o povo)

Leo Kahn - Julgamento em Nuremberg - epílogo de tragédia

Léo Nogueira - Filho da preta

Léo Schlafman - A verdade e a mentira - Novos caminhos para a literatura

Leo Strauss - Direito natural e Historia

Léo Vaz - O burrico Lúcio

Léon Bloch - Lutas sociais na Roma Antiga

Leon Duguit - Fundamentos do Direito

Leon Eliachar - O homem ao meio

Leon Pomer - O surgimento das nações

Leon Robin - El pensamiento grieco

Leon Trotsky - O pensamento vivo de Karl Marx

Leonard Cottrell - El toro de minos

Leonard Mlodinow - O andar do bêbado

Leonardo Barros Souza - Iniciativa popular

Leonardo Boff - Ecologia: grito da terra, grito dos pobres

Leonardo Boff - Ética e moral e a busca dos fundamentos

Leonardo da Vinci - O Código Atlântico de Leonardo da Vinci

Leonardo Domingues - Microtextos inúteis ilustrados

Leonardo Van Acker - A filosofia bergsoniana

Leonardo Van Acker - O tomismo e o pensamento contemporâneo

Leôncio Basbaun - História sincera da República

Leonel Franca S.J. - Noções de Históira da Filosofia

Leonel Vallando - Dicionário (inglês-português/português-inglês)

Leonidas Heigenberg - Definições – Termos teóricos e significado

Leonor Scliar Cabral - Introdução à lingüística

Leszek Kolakowski - A presença do mito

Leszek Kolakowski - O Espírito Revolucionário e Maxismo: Utopia e Antiutopia

Letícia de Campos Velho Martel - Devido Processo Legal Substantivo: razão abstrata, função e características de aplicabilidade

Lewis Carroll - Alice no país das maravilhas

Li Po e Tu Fu - Poemas chineses – trad. De Cecília Meireles

Lídia Maria Rodrigo - Maquiavel

LIFE – José Olympio - Mesopotâmia – o berço da civilização

LIFE – José Olympio - Roma Imperial

Ligia Chiappini - Reinvenção da catedral

Lília A. Pereisa da Silva - Elipses do anjo

Lilia M. Schwarcz e outro - Brasil: uma biografia

Lilia Moritz Schwartz - As barbas do imperador

Liliane Roriz - Conflito entre normas constitucionais

Lima Barreto - Contos (Landy)

Lima Barreto - Crônicas Escolhidas (Folha de SP)

Lin Yutang - A Importância de Compreender

Lin Yutang - A Importância de viver (Círculo do Livro)

Lin Yutang - A sabedoria da Índia e da China – 2 Vols.

Lin Yutang - Minha Terra e Meu Povo

Lincoln Magalhães da Rocha - A Constituição Americana – dois séculos de Direito Comparado

Lindolf Bell - As vivências elementares

Lindolfo Ernesto Paixão - Memórias do projeto RE-SEB

Lindsay Clarke - A guerra de Tróia

Linhares de Quintana - Derecho Constitucional Soviético

Liniers - Macanudo - número

Liniers - Macanudo - número

Liniers - Macanudo - número 1

Liniers - Macanudo - número 2

Liniers - Macanudo - número 3

Liniers - Macanudo - número 4

Liniers - Macanudo - número 6

Liniers - Macanudo - número 7

Lino Rodriguez-Arias Bustamente - El Derecho Natural y sus tendências actuales

Lionel Richard - A República de Weimar

Lionel Shriver - O mundo pós-aniversário

Livros que mudaram o mundo – vol. 1 ao 20

Livros que mudaram o mundo – vol. 1 ao 20

Liz Green e Juliet Sharman-Burtet - Uma viagem através dos mitos

Lois Favoreu - As cortes constitucionais

Lon L. Fuller - O caso dos exploradores de cavernas

Longman - Blueprint – one

Lord William Taylor - Os micênios

Lorenzo Fernández Gómez - Temas de Filosofía del Derecho

Lorenzo Luzuriaga - História da Educação e da Pedagocia

Lorenzo Luzuriaga - História da educação pública

Loretta Napoleoni - Maonomics

Louis Althusser - Aparelhos Ideológicos de Estado

Louis Begley - Despedida em Veneza

Louis Favoreu - As cortes constitucionais

Louis Guatier-Vignal - Maquiavelo

Louis Jacot - Historia crítica do pensamento – vol. I

Louis Jacot - Historia crítica do pensamento – vol. II

Louis Jacot - Historia crítica do pensamento – vol. III

Louis Jacot - Historia crítica do pensamento – vol. IV

Louis Millet - Aristóteles

Louis Not - As pedagogias do conhecimento

Louis-Ferdinand Céline - De Castelo em Castelo

Louisa May Alcoot - Mulherzinhas

Lourival Vilanova - As Estruturas Lógicas e o Sistema Do Direito Positivo

Lourival Vilanova - Causalidade e Relação no Direito

Luc Brisson - Leituras de Platão

Luc Ferre e Alain Renault - Heidegger e os modernos

Luc Ferry - Aprender a viver – a sabedoria dos mitos gregos

Luc Ferry - Aprender a viver – filosofia para os novos tempos

Lucia Leite Ribeiro Prado Lopes - Machado de A a X – um dicionário de citações

Lucia Santaella - A Teoria Geral dos Signos

Lucia Santaella - Comunicação e pesquisa

Lúcia Santaella - O que é semiótica

Luciana Toledo Távora Niess e Pedro Henrique Távora Niess - Pessoas portadoras da deficiência no Direito Brasileiro

Luciane Bizari Coin de Carvalho e João Eduardo Coin de Carvalho - Raiva (coleção Emoções)

Luciano de Samosáta - Diálogos dos mortos

Luciano - Obras - el sueno - dialogos de los dioses dialogos marinos

Luciano - Obras-dialogos de los muertos ek aficionado a las mentiras sobre la muerte...

Luciano - Obras III

Luciano - Obras IV

Luciano - Obras V

Luciano - Obras I

Luciano - Obras II

Luciano - Obras VI

Luciano Canfora - O Mundo de Atenas

Luciano de Samosáta - Como se deve escrever a história

Luciano de Samósata - O falso profeta

Luciano Façanha - Para ler Rousseau

Luciano Feldens - Tutela Pessoal de Interesses Difusos e Civis do Colarinho Branco

Luciano Gruppi - Tudo Começou com Maquiavel

Luciano Oleotti - Hitler – pró e contra

Lucien Febvre - Michelet e a Renascença

Lucien Goldmann - Dialética e cultura

Lucien Goldmann - Origem da dialética – a comunidade humana e o universo em Kant

Lucien Jerphagnon - Historia das grandes Filosofias

Lucília Garcez - A escrita e o outro

Lúcio Rangel - Samba Jazz & outras notas

Lúcio Wandeck de Brito Gomes - Descomplicando o Código de Defesa do consumidor

Lucrécio - O Epicurismo

Lucy Hughes – Hallett - Cleópatra

Lucy Hughes-Hallett - Heróis – salvadores, traidores e super-homens

Ludwig H. Borman - Teoria do Comportamento Humano

Ludwig Schwennhagen - Antiga História do Brasil - de 1100 a.C. a 1500 d.C.

Ludwig Wittgenstein - Investigações filosóficas

Ludwig Wittgenstein - Tratactus lógico-philosophicus

Luigi Ferrajoli - A soberania no mundo moderno

Luigi Luca Cavalli-Sforza - Genes, Povos e Línguas

Luigi Pareyson - Verdade e interpretação

Luís Afonso Heck - O Tribunal Constitucional Federal e o Desenvolvimento dos Princípios Constitucionais

Luis Alberto Mendes - Desconforto

Luis Alberto Warat - Introdução Geral ao Direito II - A Epistemologia Jurídica da Modernidade

Luis Alberto Warat - Introdução Geral ao Direito III - O Direito não Estudado pela Teoria Jurídica Moderna

Luis Alberto Warat - O D. e sua linguagem

Luis Alberto Warat - Por quem cantam as sereias

Luís Alfredo Galvão - Capital ou Estado?

Luis Altusser - Ler o Capital (vol. I e II)

Luis Carlos Hiroki Muta - Direito Constitucional – tomo I

Luís Carlos Martins Alves Jr. - Direitos Constitucionais Fundamentais

Luis Carlos Sáchica - Esquema para una teoria del Poder Constituinte

Luís da Camara Cascudo - Lendas brasileiras

Luís de Camões - Os Lusíadas (Ed. Ediouro)

Luís de Raeymaeker - Introdução à filosofia

Luís Felipe Bellintani Ribeiro - Antifonte – testemunhos, fragmentos e discuros (coleção clássicos da filosofia)

Luis Fernando Barzotto - O positivismo jurídico contemporâneo – uma introdução a Kelsen, Ross e Hart

Luís Fernando Veríssimo - A mulher do Silva

Luís Fernando Veríssimo - Ed Mort e outras histórias

Luís Laudato - Desejo de aprender a pensa – introdução à Filosofia

Luis Marcos Gomes - Homens do Presidente

Luís Martins - Os pintores

Luis Milman e Paulo Fagundes Vizentini - Neonazismo, negacionismo e extremismo político

Luis Mizón - La découverte des Indiens

Luis Naranjo Diaz - Introduccion al Estudio del Derecho Contitucional General

Luis Pimentel - Com esses eu vou

Luis R. Cardoso de Oliveira - Direito Legal e Insulto Moral

Luis Recanséns Siches - Direcciones contemporáneas del pensamiento jurídico

Luís Roberto Barroso - O controle de constitucionaldade no direito brasileiro

Luís Roberto Barroso - Temas de Direito Constitucional

Luís Roberto Gomes - O Ministério Público e o controle da omissão administrativa

Luis S. Krausz - As musas – poesia e divindade na Grécia arcaida

Luis Spota - O Retrato Falado da Corrupção

Luís Toledo Machado - O herói, o mito e a epopéia

Luis Washington Vita - Momentos decisivos do pensamento filosófico

Luísa de Nazaré Ferreira e outros - Plutarco e as Artes

Luiz A. Helceche - A Guerra de Maquiavel

Luiz Nazário - À Margem do Cinema

Luiz A. Hebeche - A guerra de Maquiavel

Luiz Alberto David Araújo - A Separação de Poderes do Estado

Luiz Alberto David Araújo - O Federalismo Brasileiro

Luiz Alberto David Araújo - Os Direitos e Deveres Individuais e Coletivos da Nacionalidade, dos Direitos Políticos e dos Partidos Políticos

Luiz Alberto David Araújo e outro - Perguntas e Respostas de D. Constitucional dos Exames escritos do MP do Estado de São Paulo – a partir de 1983

Luiz Alberto De Boni - Idade Média: Ética e Política.

Luiz Alberto Moniz Bandeira - O governo João Gulart

Luiz Alberto Warat - Introdução Geral ao Direito I - Interpretação da Lei Temas para uma Reformulação

Luiz Alfredo Garcia-Roza - Palavra e verdade na filosofia antiga e na psicanálise

Luiz Antonio de Assis Brasil - Ensaios íntimos e imperfeitos

Luiz Antônio Rizzatto Nunes - Manual da Monografia

Luiz Augusto Paranhos Sampaio - Comentários à nova Constitucição Brasileira – vols. I e II

Luiz Barcellar - Satori – haiku

Luiz Caramaschi - Nova perspectiva da filosofia

Luiz Carlos Bombassaro (organ.) - As fontes do humanismo latino – vol I

Luiz Carlos Bombassaro e outros - As fontes do humanismo latino

Luiz Carlos de Azevedo - Introdução à história do direito

Luiz Carlos dos Santos Gonçalves e Walter de almeida Guilherme - Controle de Constitucionalidade

Luiz Carlos Sáchica - Esquema para uma teoría del poder constituyente

Luiz Cláudio Alves Torres - Regime jurídico –servidores públicos civis da União

Luiz Costa Lima - O fingidor e o censor

Luiz Fafau - A lápide gótica de um amor impossível

Luiz Fafau - Urbano

Luiz Fernando da Silva Pinto - Sagres - A revolução estratégica

Luiz Francisco F. da Silva - Socialismo – Uma Utopia Cristã

Luiz Galdino - O destino de Perseu

Luiz Galdino - Teseu e o Minotauro

Luiz Henrique de Araújo Dutra - Oposições filosóficas – a epistemologia e suas polêmicas

Luiz Pinguelli Rosa - Tecnociências e humanidades – vol. 2

Luiz Roberto de Andrade Ribeiro - Dicionário de conceitos e pensamentos de Rui Barbosa

Luiz Roberto Mee - Viagem a Trevaterra

Luiz Tenório Oliveira Lima - Freud

Luiz Vergílio Dalla-Rosa - Uma Teoria do Discurso Constitucional

Luiza Lobo - Teorias poéticas do romantismo

Luiza Marques da Silva Cabral Pinto - O poder constituinte

LuizMarcos Gomes - Os homens do presidente

Lujo Bassermann - História da protituição – uma interpretação cultural

Lutero e Cohtino - Sobre a Autoridade Secular

Lya Luft - Perdas e ganhos

 

M

M. I. Finley - O legado da Grécia – uma nova avaliação

M. I. Finley - O mundo de Ulisses

M. Lincoln Schuster - As Grandes Cartas da História

M. Rocha e Silva - A Evolução do Pensamento Científico

M. Rostovtzeff - História da Grécia

M. Said Ali - Gramática Histórica da Língua Portuguesa

Macedo Junior - São Paulo - um estado de emoções

Machado de Assis - Dois contos

Machado de Assis - Memórias póstumas de Brás Cubas

Machado de Assis - O espelho e outros contos machadianos

Machado de Assis - Seus trinta melhores contos (Nova Fronteira)

Machado de Assis - Toda poesia de Machado de Assis ( organização de Cláudia Murilo Leal)

Machiavel - Le Prince (em francês) (Trad. V. Périès)

Machiavelli - II Principe

Machiavelli - O Príncipe (Tradução de Oliveira Leite Gonçalves)

Mafra Carbonieri - Diálogos e sermões de frei Eusébio do amos perfeito

Maiakovski - Poemas

Maikovski - Poética – como fazer versos

Maira dos Prazeres Gomes - Cantos paralelos

Maíra Rocha Machado - Internacionalização do Direito Penal

Malba Tahan - A sombra do arco-íris – vol. I

Malba Tahan - A sombra do arco-íris – vol. II

Malba Tahan - A sombra do arco-íris – vol. III

Malba Tahan - As maravilhas da matemática

Malba Tahan - Aventuras do rei Baribé

Malba Tahan - Céu de Allah

Malba Tahan - Iazul

Malba Tahan - Lendas do deserto

Malba Tahan - Maktub

Malba Tahan - Mil histórias sem fim – vol. I

Malba Tahan - Mil histórias sem fim – vol. II

Malba Tahan - Minha vida querida

Malba Tahan - Seleções

Malba Tahan - Sob o olhar de Deus

Manchete - História do Brasil

Mandolfo - Estudos sobre Marx

Mandolfo - Figuras e idéias da filosofia da renascença

Manfredo Araújo de Oliveira - Reviravolta lingüístico-pragmática na filosofia contemporânea

Manoel Antonio Teixeira Filho - Jurisdição, Ação e Processo

Manoel Fernandes Quadra - O livro de bolso do advogado

Manoel Gonçalves F. Filho - D. Constitucional Comparado – I – Poder Constituinte

Manoel Gonçalves Ferreira Filho - A Democracia Possível

Manoel Gonçalves Ferreira Filho - Comentários à Constituição Brasileira de 1988 – vol. 3 – arts. 104 a 169.

Manoel Gonçalves Ferreira Filho - Comentários à Constituição Brasileira de 1988 – vol. 4 – arts. 170 a 245.

Manoel Gonçalves Ferreira Filho - Estado de Direito e Constituição

Manoel Joaquim de Carvalho Jr. - Em busca do ser – o homem em luta contra o espectro do nada

Manoel Jorge e Silva Neto - Direito Constitucional Econômico

Manoel Malaguti - Crítica à Razão Informal

Manoel Messias Peixinho e outros - Os Princípios da Constituição de 1988.

Manoel Pastana - De faxineiro a Procurador da República

Manoel Rodrigues Ferreira - Nas selvas Amazônicas

Mansour Challita - As mais beleas páginas da literatura árabe

Manuel A. Domingues de Andrade - Ensaio sobre a teoria da interpretação das leis

Manuel Atienza - As razões do Direito

Manuel Bandeira - Libertinagem

Manuel Bandeira - Belo belo

Manuel Bandeira - O ritmo dissoluto

Manuel Bandeira - A cinza das hortas

Manuel Bandeira - Estrela da tarde

Manuel Bandeira - Carnaval

Manuel Bandeira - Para querer bem

Manuel Bandeira - Crônicas inéditas 2

Manuel Bandeira - Crítica de Artes

Manuel Bandeira - Apresentação da poesia brasileira

Manuel Bandeira - Poemas traduzidos

Manuel Bandeira - Poesia completa e prosa

Manuel Bendala - Saber ver a arte grega

Manuel Castells - A teoria marxista das cries econõmica e as transofmrações do capital

Manuel Corrêa de Barros - Lições de filosofia tomista

Manuel Corrêa de Barros - Lições de filosofia tomista

Manuel de O. Portásio Filho - Desu, Espírito e Matéria

Manuel Garcia - Pelayo - Derecho Constitucional

Manuel Garcia - Pelayo - Derecho Constitucional Comparado

Manuel García Garrido e Antonio Fernández-Galiano - Iniciación al Derecho

Manuel Joaquim de Carvalho Jr. - Em busca do ser

Manuel Maria Carrilho - Aventuras da interpretação

Manuel Rodrigues Ferreira - Nas selvas amazônicas

Manuel Tavares e Mário Ferro - Análise da obra - Introdução à história da filosofia de Hegel

Manuel Tavares e Mário Ferro - Análise da obra a origem da tragédia de Nietzsche

Manuel Tavares e Mário Ferro - Análise da obra fundamentação da metafísica dos constumes de Kant

Manuel Tavares e Mário Ferro - Análise das obras Górgias e Fédon de Platão

Manuel Tavares e Mário Ferro - Conhecer os filósofos de Kant a Comte

Manvell - Göring

Maomé - O Alcorão - (Mansur Challita - tradutor)

Maquiavel - A arte da guerra; A vida de Castruccio Castracani; Belfagor, o arquidiabo (Tradução de Sérgio Barth).

Maquiavel - Comentários sobre a Primeira Década de Tito Lívio (Tradução de Sérgio barth)

Maquiavel - Curso de introdução à ciência política: O Príncipe (Trad. Sérgio Bath).

Maquiavel - Discursos

Maquiavel - Escritos Políticos

Maquiavel - Escritos Políticos / A Arte da Guerra

Maquiavel - Gigantes da Literatura Universal

Maquiavel - Gigantes da Literatura Universal

Maquiavel - O Príncipe

Maquiavel - O Príncipe (Tradução de Mauricio Santana Dias)

Maquiavel - O Príncipe – Comentado por Napoleão Bonaparte (Martin Claret)

Maquiavel - O Príncipe – Prefácio de Isaiah Berlin

Maquiavel - O Príncipe (edição da Europa América)

Maquiavel - O Príncipe (Trad. Maria Lucia Cumo. Ed. Paz e Terra)

Maquiavel - O Príncipe (Trad. Roberto Grassi)

Maquiavel - O Príncipe (Tradução de Bárbara Heliodora)

Maquiavel - O Príncipe (Tradução de Maria Julia Goldwasser)

Maquiavel - O príncipe (Tradução de Pietro Nassetti)

Maquiavel - O Príncipe e Dez Cartas (Tradução de Sérgio Bath)

Maquiavel - O prioncípe (Trad. Maria Júlia Goldwasser)

Maquiavel - Os imortais do pensamento universal – Editora Vandré

Maquiavel – O Príncipe – com as Notas de Napoleão Bonaparte (trad. J. Cretella Jr. e Agnes Cretella)

Maquiavel – O Príncipe (trad. Caros E. Soveral)

Maquiavel – O Príncipe (trad. e notas de Antônio D’Elia)

Maquiavelo - La estrategia del líder

Maquivel - O Princípe (L&PM)

Marc Daniel e André Baudry - Os homossexuais

Marc Dugain - A maldição de Edgar

Marc Ferro - Os Tabus da História

Marc Sautet e Patrick Boussignac - Nietzsche para principiantes

Marçal Aquino - A turma da rua quinze

Marçal Aquino - Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios

Marçal Aquino - O primeiro amor e outros perigos

Marçal Aquino - Os melhores contos

Marcel Brion- Maquiavelo

Marcel Conche - O fundamento da moral

Marcel Detienne - Invenção da mitologia

Marcel Detienne - Os mestres da verdade na Grécia arcaica

Marcel Granet - O pensamento chinês

Marcel Mazoyer e Laurence Roudart - Histórias das Agriculturas no mundo – do neolítico à crise contemporânea

Marcel Mazoyer e outro - História das agriculturas no mundo

Marcel Merle - Sociologias das Relações Internacionais

Marcel Prélot - La ciencia política

Marcel Proust - A fugitiva

Marcel Proust - A prisioneira

Marcel Proust - No Caminho de Swann

Marcel Proust - O caminho de Guernmantes

Marcel Proust - O tempo recuperado

Marcel Proust - Sodoma e Gomorra

Marcelino de carvalho - Guia de boas maneiras

Marcelino Freire - Os 100 menores contos brasileiros do século

Marcelo Backes - A arte do combate

Marcelo Caixeta e Fernando Cesar de Oliveira - A mente de Maquiavel

Marcelo Cattoni - Direito Constitucional

Marcelo Cattoni - Direito Constitucional

Marcelo Duarte - O guia dos curiosos

Marcelo Duarte - O Guia dos Curiosos

Marcelo Duarte - O livro das invenções

Marcelo Duarte - Os endereços curiosos de São Paulo

Marcelo Duarte - Ouviram do Ipiranga

Marcelo Giglio Barbosa - Crítica ao conceito de consciência no pensamento de Nietzsche

Marcelo Gleiser - A dança do universo

Marcelo Jasmin - Aléxis de Tocqueville – a historiografia como ciência da política

Marcelo José da Costa Petry - Habeas Corpus aspectos políticos e jurídicos

Marcelo Maciel Ramos - Os fundamentos éticos da cultura jurídica ocidental

Marcelo Maluf - A imensidão íntima dos carneiros

Marcelo Nocelli - Corifeu assassino

Marcelo Nocelli - O espúrio

Marcelo Sciorilli - A Ordem Econômica e o Ministério Público

Marcelo Simonetta - A conspiração contra os Médici

Márcia Manir Miguel Feitosa - Fernando Pessoa e Omar Khayyam

Márcia Mansor D’Alessio - Reflexões sobre o Saber Histórico

Márcia Noll Barboza - O Princípio da moralidade administrativa

Márcia Pelegrini - A intervenção estadual nos municípios

Marcia Veronica R. De Macedo Souza e Meyrelene Ramos - As lendas da floresta

Márcio Alves da Fonseca - Michel Foucault e O Direito

Marcio Bilharinho Naves - Marx – Ciência e Revolução

Márcio Bilharinho Naves - Marxismo e direito

Márcio Bueno - A origem curiosa das palavras

Márcio Pugliesi - Conflitos, estratégiase, ngociação – o Direito e sua Teoria

Marcio Sotelo Felippe - Razão jurídica e dignidade humana

Marcio Sotelo Felippe - Razão Jurídica e Dignidade Humana

Márcio Souza - Galvez – Imperador do Acre

Márcio Souza - Silvino Santos - o cineasta do ciclo da borracha

Marco Antonio Casanova - Compreender Heidegger

Marco Antonio Casanova - O Instante extraordinário: Vida, História e Valor na Obra de Friedrich NIETZSCHE

Marco Antônio Casanova - O Instante Extraordinário: vida,história e valor na obra de F. Nietzsche

Marco Antonio de Carvalho - Rubem Braga - um cigano fazendeiro do ar

Marco Antônio de Oliveira Pais - A formação da Europa – a alta idade média

Marco Aurélio - Meditações (Martin Claret)

Marco Aurélio Coelho Paiva - Identidade regional e folclore amazônico na obra de Mario Ypiranga Monteiro

Marco Aurélio Nogueira - As ruas e a democracia

Marco Guimarães - Meu pseudônimo e eu

Marco Lucchesi - Conceito a quatro vozes

Marco Polo - As viagens de Marco Polo

Marcos Alberto Sant’Anna Bitelli - O Direito da Comunicação e da Comunicação Social

Marcos Antônio Striquer Soares - O Plebiscito, o referendo e o exercício do poder

Marcos Bagno - Norma Linguística

Marcos Bagno - Preconceito linguístico – o que é, como se faz

Marcos Bagno - Vaganau

Marcos de Castro - Dom Hélder

Marcos del Roio - O impértio Universal e seus antípodas – a ocidentalização do mundo

Marcos Nobre - A teoria crítica

Marcos Otávio Bezerra - Corrupção – um estudo sobre poder público e as relações pessoais no Brasil

Marcus Cláudio Acquaviva - Dicionário Acadêmico de Direito

Marcus Cláudio Acquaviva - Notas Introdutórias ao Estudo do Direito

Marechal José Machado Lopes - O III Exército na Crise da Renúncia de Jânio Quadros

Margaret George - Elizabeth I – o anoitecer de um reino

Margarita Beladiez Rojo - Los principios jurídicos

Margot Berthold - História mundial do teatro

Margot Shalders - Dieta para mudar sua vida

Marguerite Duras - O Amante

Marguerite Yourcenar - Memórias de Adriano

Maria Alexandra de Sousa Aragão - O Direito dos Resíduos

Maria Alice Costa Hofmeister - O dano pessoal na sociedade de risco

Maria Amália Andery e outros - Para compreender a ciência

Maria Aparecida de Oliveria Silva - Plutarco historiador

Maria Aparecida Rhein Schirato - Iniciação à filosofia – viva a filosofia viva

Maria Augusta da Costa Vieira - O dito pelo não dito – paradoxo de Dom Quixote

Maria Beatriz B. Florenzano - Mundo antigo: economia e sociedade

Maria Beatriz Nizza da Silva - Movimento constitucional e Separação no Brasil

Maria Cecília Amaral de Rosa - Diconário de símbolos – o alfabeto da linguagem interior

Maria Clara Dias - Kant e Wittgenstein – os limites da linguagem

Maria Cristina Abdalla - Bohr – O arquiteto do átomo

Maria Cristina Castilho Costa - O que todo cidadão precisa saber sobre Democracia

Maria Cristina Garcia - A essência de O Capital

Maria Cristina Seixas Vilani - Origens medievais da Democracia Moderna

Maria D´Assunção Costa Menezello - Agências reguladoras e o direito brasileiro

Maria de Lourdes Alves Borges - História e metefísica em Hegel – sobre a noção de espírito do mundo

Maria de Nazareth Agra Hassen - René Descartes

Maria de Nazareth Agra Hassen - Sócrates

Maria do Carmo Bettencourt de Faria - Aristóteles – a plenitude como horizonte do ser

Maria dos Prazeres Gomes - Cantos paralelos

Maria Edith de Azevedo Marques - O julgamento de Sócrates – uma releitura

Maria Emýdice de Barros Ribeiro - Os símbolos do poder

Maria Ester de Freitas - Viva a Tese! Um guia de Sobrevivência

Maria Francisca Lier-de Vitto - Os monólogos da criança: delírios da língua (Tercio)

Maria Francisca P. Coelho e outros - Política, ciência e cultura em Max Weber

Maria Garcia - Limites da ciência

Maria Garcia (cordenadora) - Democracia, hoje

Maria Guadalupe Pedero-Sánchez - História da idade média

Maria Helena da Rocha Pereira - Estudos de história da cultura clássica – vol.1 – cultura grega

Maria Helena de Moura Neves - A vertente grega da gramática tradicional

Maria Helena de Moura Neves - Gramática de usos do português

Maria Helena Diniz - As lacunas no Direito

Maria Helena Diniz - Compêndio de Introdução à Ciência do Direito

Maria Helena Diniz - Lei de Introdução ao Código Civil Brasileiro Interpretada Direito

Maria Helena Farelli - Pomba-gira cigana

Maria Helena Roxo Beltran - Imagens de magia e de ciência

Maria Helena Simões Paes - Década de 60

Maria Inês de Almeida - Para que serve a escrita?

Maria Iraneide Olinda Santoro Facchini - Insustentável

Maria José de Lancastre - Fernando Pessoa – uma biografia

Maria José Vaz Pinto - A doutrina do logos na Sofística

Maria Lamas - Mitologia geral – 2 volumes

Maria Lúcia de Arruda Aranha - Maquiavel – A lógica da Força

Maria Luiza de Figueiredo Federighi - Busca

Maria Luiza Furtado Kahl - A interpretação do sonho de Freud

Maria Luiza Silveria Teles - Filosofia para jovens – uma iniciação à Filosofia

Maria Regina de Oliveira - Shakespeare e o Direito

Maria Silva Cintra Martins - Entre Palavras e coisas

Maria Sílvia Cintra Martins - Entre palavras e coisas

Maria Stella V. Souto Lopes Rodrigues - ABC do Direito Penal

Maria Teresa Sadek - Maquiavel

Maria Zélia de Alvarenga - Mitologia simbólica

Mariano Artigas - Filosofia da natureza

Mariano Tudela - Biografia da prostituição

Marilena Chauí - Da realidade sem mistérios ao mistério do mundo – Espinosa, Voltarie, Merleau-Ponty

Marilena Chauí - Experiência do pensamento – ensaios sobre a obra de Merleau-Ponty

Marilena Chaui - Filosofia

Marilena Chauí - Introdução à História da Filosofia 1

Marilena Chauí - O que é ideologia

Marília Garcia - O que é constituinte

Marina Gusmão de Mendonça - O Demolidor de Presidente

Marina Mccoy - Platão e a retórica de filósofos e sofistas

Mario Adolfo - Conversa para boi dormir

Mario Alighiero Manacorda - História da educação

Mario Aliguiero Manocorda - História da educação – da antigüidade aos nossos dias

Mario Amora Ramos - Dom Quixote – Quatro séculos de Modernidade

Mario Ariel G. Porta - A filosofia a partir de seus problemas

Mario Attilio Levi - Péricles

Mario Bakuna - Pouca nota

Mário Barros Júnior - A Fantástica Corrupção no Brasil

Mario Bigotte Chorão - Introdução ao Direito – vol. I

Mário Bortolotto - Esse tal de amor e outros sentimentos cruéis

Mario Bunge - Tratado de Filosofia básica – vol. I

Mário Curtis Giordani - História da antiguidade oriental

Mário Curtis Giordani - História da Antiguidade Oriental

Mario Curtis Giordani - História da Grécia

Mário Curtis Giordani - História da Grécia

Mário Curtis Giordani - História de Roma

Mário Curtis Giordani - História do Império Bizantino

Mário Curtis Giordani - História do Mundo Árabe Medieval

Mário Curtis Giordani - História dos Reinos Bárbaros (Idade Média II)

Mario Curtis Giordani - História dos Reinos Bárbaros – Idade Média II

Mário Curtis Giordani - História dos Reinos Bárbaros – Idade Média III – Vol II – A civilização

Mário da Gama Kury - Dicionário de mitologia grega e latina

Mário de Andrade - Macunaíma – o herói sem nenhum caráter

Mário de Andrade - Poesias Completas

Mario Faustino - O homem e sua hora

Mario Ferreira dos Santos - A sabedoria das leis eternas

Mário Ferreira dos Santos - Análise Dialética do Marxismo

Mário Ferreira dos Santos - Análise Dialética do Marxismo

Mário Ferreira dos Santos - Aristóteles e as Mutações

Mário Ferreira dos Santos - Aristóteles e as Mutações

Mário Ferreira dos Santos - Convite à estética e Convite à dança

Mário Ferreira dos Santos - Convite à estética e Convite à dança

Mário Ferreira dos Santos - Convite à Filosofia

Mário Ferreira dos Santos - Convite à Filosofia

Mário Ferreira dos Santos - Curso de oratória e retórica

Mário Ferreira dos Santos - Curso de oratória e retórica

Mário Ferreira dos Santos - Da geração e da corrupção das coisa físicas (comentários à obra de Aristóteles)

Mário Ferreira dos Santos - Filosofia concreta

Mário Ferreira dos Santos - Filosofia concreta

Mário Ferreira dos Santos - Filosofia da Afirmação e da Negação

Mário Ferreira dos Santos - Filosofia da Afirmação e da Negação

Mario Ferreira dos Santos - Filosofia da crise

Mario Ferreira dos Santos - Filosofia da crise

Mário Ferreira dos Santos - Filosofia e Cosmovisão

Mário Ferreira dos Santos - Filosofia e Cosmovisão

Mário Ferreira dos Santos - Lógica e Dialética

Mário Ferreira dos Santos - Lógica e Dialética

Mário Ferreira dos Santos - Métodos Lógicos e Dialéticos Tomo I

Mário Ferreira dos Santos - Métodos Lógicos e Dialéticos Tomo I

Mário Ferreira dos Santos - Métodos Lógicos e Dialéticos Tomo II

Mário Ferreira dos Santos - Métodos Lógicos e Dialéticos Tomo II

Mário Ferreira dos Santos - Métodos Lógicos e Dialéticos Tomo III

Mário Ferreira dos Santos - Métodos Lógicos e Dialéticos Tomo III

Mário Ferreira dos Santos - Noologia geral

Mário Ferreira dos Santos - Noologia geral

Mário Ferreira dos Santos - O homem perante o infinito

Mário Ferreira dos Santos - O homem perante o infinito

Mário Ferreira dos Santos - O um e o múltiplo em Platão.

Mario Ferreira dos Santos - Ontologia e cosmologia

Mario Ferreira dos Santos - Ontologia e cosmologia

Mário Ferreira dos Santos - Páginas várias

Mário Ferreira dos Santos - Páginas várias

Mário Ferreira dos Santos - Pitágoras e o tema do número

Mário Ferreira dos Santos - Pitágoras e o tema do número

Mário Ferreira dos Santos - Psicologia

Mário Ferreira dos Santos - Psicologia

Mário Ferreira dos Santos - Sociologia fundamental e Ética fundamental

Mário Ferreira dos Santos - Sociologia fundamental e Ética fundamental

Mário Ferreira dos Santos - Técnica do discuros moderno

Mário Ferreira dos Santos - Teoria do Conhecimento

Mário Ferreira dos Santos - Teoria do Conhecimento

Mário Ferreira dos Santos - Tratado de simbólica

Mário Ferreira dos Santos - Tratado de simbólica

Mário Graciotti - O mndo antes do dilúvio

Mario Lucena - Sexo das celebridades – vol.1

Mario Luiz Thompson - Música popular brasileira – 2 volumes

Mario Maestri - O escravismo antigo

Mario Mariani - Pureza

Mario Meunier - A Legenda Dourada

Mário Pessoa - Direito da segurança nacional

Mario Puzo - Os Bórgias

Mario Quintana - Poesia completa

Mario Quintana - Poesia completa

Mario Schmidt - Nova História Crítica – 5ª séria

Mario Schmidt - Nova História Crítica – 6ª séria

Mario Schmidt - Nova História Crítica – 7ª séria

Mario Sergio Cortella - Não espere pelo epitáfio – provocações filosóficas

Mario Sergio Cortella - Nos labirintos da moral

Mario Untersteiner - A obra dos sofistas: uma interpretação filosófica

Mario Untersteiner - Uma obra dos sofistas: uma interpretação filosófica

Mario Vargas Llosa - A Guerra do fim do Mundo

Mario Vargas Llosa - A guerra do fim do mundo

Mario Vargas Llosa - A guerra do fim do mundo

Mario Vargas Llosa - Os cadernos de D. Rigoberto

Mario Vargas Llosa - Pantalón e as Visitadoras

Mario Vieira de Mello - O Cidadão

Mario Vieira de Mello - O homem curioso

Mário Ypiranga Monteiro - Um livro nocivo

Marion Zimmer Bradley - O incêndio de Tróia

Marisa Pelella Mélega - Imagens Oníricas e Formas Poéticas

Marjorie Perloff - A escada de Wittgenstein

Mark Twain - Tom Sawyer

Mark Daniels - A história da mitologia para quem tem pressa

Mark Twain - O Homem que Corrompeu Haldeyburg

Mark Twain - Os melhores contos (Ed. Círculo do livro)

Mark Twain - Tom Sawyer Detetive

Marla de Queiros - Quando as palavras se abraçam

Marnie Hughes-Warrington - 50 grandes pensadores da história

Marques Rebelo - A odisséia de Homero

Marshall Berman - Tudo que é sólido desmancha no ar

Marsílio de Pádua/ Savonarola - Clássicos do Pensamento Político – Defensor Menor – Tratado sobre o Regime e Governo da Cidade de Florença.

Marta Harnecker - Os Conceitos Elementares do materialismo histórico

Martha C. Naussbaum - A fragilidade da bondade – fortuna e ética na tragédia e na filosofia grega

Marthe Robert - Romance das origens, origem dos romances

Martin Burckhardt - Pequena história das grandes ideias

Martin Carnoy - Estado e Teoria Política

Martin Clarent - Maquiavel - Vida e Pensamentos

Martin Claret - A essência da intuição

Martin Claret - A essência do pensamento

Martin Claret - A essência do poder

Martin Gilbert - A noite de Cristal

Martin Heidegger - A caminho da linguagem

Martin Heidegger - A origem da obra de arte

Martin Heidegger - Caminhso de floresta

Martin Heidegger - Ensaios e conferência

Martin Heidegger - Escrito Políticos

Martin Heidegger - Heráclito

Martin Heidegger - Introdução à filosofia

Martin Heidegger - Introdução à metafísica

Martin Heidegger - Nietzsche – vol. I

Martin Heidegger - O fim da filosofia ou a questão do pensamento

Martin Heidegger - Seminários de Zollikon

Martin Heidegger - Sobre a essência da verdade/ A tese de Kant sobre o ser

Martin Heidegger - Sobre a essência do fundamento / A determinação do ser do ente segundo Leibniz / Hegel e os gregos

Martin Heidegger - Sobre o caminho de ser / o caminho do campo

Martin Heidegger - Sobre o Humanismo

Martin Heidegger - Todos nós... Ninguém

Martin Luther - Dos judeos e saus mentiras

Martin Luther - Dos judeus e suas mentiras

Martin Plimmer e outro - Além das coincidências

Martin Riegel - Iniciação à análise lingüística

Martin Sanford - Michelangelo - uma vida épica

Martin Shubik - Teoría de juegos em las ciencias sociales

Martin van Creveld - Ascensão e declínio do Estado

Martin Wight - A política do Poder

Marurício Ricardo Tinello - Posicionamento para evitar o seqüestro

Marvin Harris - A Natureza das Coisas Cultuadas

Marx - Capital - Volumes I a V

Marx e Engels - Obras Escolhidas - Vol. 1

Mary Gabriel - Amor e capital

Mary Warnock - La imaginacion

Mary Warnock - Os usos da Filosofia

Massaud Moisés - A Criação Literária

Massaud Moisés - Dicionário de termos literários

Matheus Rocha Avelar - Manuel de Direito Constitucional

Mattos Pimenta -A epopéia paulista – 1ª parte

Maurece Joly - Diálogo no inferno entre Maquiavel e Montesquieu

Maurice Crouzet - História Geral das Civilizações

Maurice Crouzet - História geral das civilizações – vol. II

Maurice Dobb - A evolução do capitalismo

Maurice Dupuy - A Filosofia Alemã

Maurice Duverger - Os Laranjais do lago Balaton

Maurice Duverger - Os Partidos Políticos

Maurice Duverger - Os Regimes Políticos

Maurice Duverger - Sociologia Política

Maurice Leroy - As grandes correntes lingüísticas moderna

Maurice Merleau-Ponty - A Natureza

Maurice Merleau-Ponty - Resumo de cursos de filosofia e linguagem

Mauricio Goulart - A escravidão africana no Brasil

Maurício Horta - Mitologia - deuses, heróis, lendas

Mauricio Horta e outros - Mitologia – deuses, herois, lendas

Maurizio Cotta, Vicente Barreto e Sully Alves de Souza - Curso de introdução à ciência política: Voto e representação política

Maurizio Gnerre - Linguagem, escrita e poder

Maurizio Viroli - O sorriso de Nicolau – História de Maquiavel

Maurizzio Gnerre - Linguagem, escrita e poder

Mauro Araujo - Cosmovisão em Nietzsche

Mauro Araujo de Sousa - Alma em Nietzche

Mauro Iasi - O dilema de Hamelt

Max Beer (Trad. Abguar Bastos) - Carl (ou Carlos) Marx – sua vida e sua obra

Max Savelle - Lisa história da civilização mundial – vol. 1

Max Scheler - El santo, el genio, el heroe

Max Scheler - Visão Filosófica do Mundo

Max Sussol - O que se pode fazer sexualmente após os 80 anos?

Max Weber - 1. Metodologia das ciências sociais – parte I

Max Weber - A ética protestante e o espírito do capitalismo

Max Weber - Ciência e Política (Martin Claret)

Max Weber - Economia e Sociedade

Max Weber - Ensaios de Sociologia

Maximiano Augusto Gonçalves - “Pro Archia”, “Pro Marcello” e “Pro Ligario”

Maximiliano G. Rosito (a cura di) - Savonarola rivisato (1498-1998)

Maximilien Rubel - Crônica de Marx

Máximo Corki - Contos

Mayra Pinto - Noel Rosa - o humor na canção

Meghnad Desai - A vingança de Marx

Melhoramentos - 100 eventos que abalaram o mundo

Melhoramentos - Dicionário da língua portuguesa

Menalton Braff - A sombra do cipreste

Menandro - Misantropo

Merleau Maurice - Ponty - A prosa do mundo

Merlin Holland - O álbum de Oscar Wilde

Merrill B. Hintikka e Jaakko Hintikka - Uma investigação sobre Wittgenstein

Michael A. Cremo / Richard L. Thompson - A História Secreta da Raça Humana

Michael A. Ledeen - Maquiavel e a Liderança Moderna

Michael Baigent e Richard Leigh - Inquisição

Michael Ennis - O mistério de Maquiavel

Michael Erler e Andreas Graeser - História da Filosifia – vol. 1

Michael Erler e Andreas Graeser - História da Filosifia – vol. 2

Michael Gibson - Deuses e heróis da Grécia antiga

Michael Levine - A grande mentira branca

Michael Löwy - A toeria da revolução no jovem Marx

Michael Maclagan - A cidade de Constantinopla

Michael Macrone - Isso é Grego para Mim!

Michael Mosley e John Lynch - Uma história da ciência

Michael Tomasello - Origens culturais da aquisição do conhecimento humano

Michael White - Equinox

Michael White - J. R. R. Tolkien - O senhor da fantasia

Michael White - Maquiavel – um homem incompreendido

Michel Beaud - História do capitalismo – de 1550 aos nossos dias

Michel Bréal - Ensaio de Semântica

Michel de Pracontal - A impostura cinetífica em dez lições

Michel Eyquem de Montaigne - Ensaios Vol I

Michel Eyquem de Montaigne - Ensaios Vol II

Michel Eyquem de Montaigne - Ensaios Vol III

Michel Foucault - A hermenêutica do sujeito

Michel Foucault - A verdade e as formas jurídicas

Michel Foucault - As palavras e as coisas

Michel Foucault - História da loucura

Michel Foucault - História da sexualidade – I – a votnade de saber

Michel Foucault - Microfísica do poder

Michel Foucault e outros - Estruturalismo e teoria da linguagem

Michel Gall - A vida sexual de Robinson Crusoé

Michel Léon – Dufour - Teilhard de Chardin e o problema do futuro humano

Michel Lewis - Pânico - a história da insanidade financeira moderna

Michel Maffesoli - O conhecimento comum

Michel Miaille - Introdução Crítica ao Direito

Michel Mollat - Os pobres na Idade Média

Michel Onfray - A potência de existir

Michel Onfray - A sabedoria trágica - sobre o bom uso de Nietzsche

Michel Onfray - Contra-história da filosofia

Michel Redhead - Da física à metafísica

Michel Senellart - As artes de governar

Michel Serres - O nascimento da física no texto de Lucrécio

Michel Villey - Filosofia do Direito

Michele Federico Sciacca - História da Filosofia (3 volumes)

Miguel Abensour - A democracia contra o Estado

Miguel Angel Granada - Maquiavelo - Antologia

Miguel Attie Filho - Falsafa

Miguel Austin e Pierre Vidal-Naquet - Economia e sociedade na Grécia antiga

Miguel Ayuso - Depois do Leviatã?

Miguel Cruz Hérnandez - Filosofías no occidentales

Miguel de Cervantes - Don Quijote de la mancha (ed. Alfaguara)

Miguel de Cervantes - Antología de El Quijote ( Damaso Chiarro Chamorro)

Miguel de Cervantes - D. Quixote – vol. I (trad. De Sérgio Molina)

Miguel de Cervantes - D. Quixote – vol. II (trad. De Sérgio Molina)

Miguel de Cervantes - D. Quixote – vol.1 (ed. Clássicos Jackson)

Miguel de Cervantes - D. Quixote – vol.2 (ed. Clássicos Jackson)

Miguel de Cervantes - D. Quixote (adapt.: José Angeli)

Miguel de Cervantes - D. Quixote (Ed. Anaya)

Miguel de Cervantes - D. Quixote de la Mancha – vol. 3 (ed. Ediouro

Miguel de Cervantes - D. Quixote de la Mancha – vol.1 (ed. Ediouro

Miguel de Cervantes - D. Quixote de la Mancha – vol.2 (ed. Ediouro

Miguel de Cervantes - Dom Quixote (ed. Nova Cultural)

Miguel de Cervantes - Dom Quixote (Editora Formar Ltda)

Miguel de Cervantes - Dom Quixote de la Mancha (trad. Miguel Serras Pereira)

Miguel de Cervantes - Dom Quixote de La Mancha ed. Dom Quixote – ilustrado por Salvador Dalí

Miguel de Cervantes - Don Quijote (Selección de Juan Pérez Cubillo e Juan R. Pérez Díaz)

Miguel de Cervantes - Don Quijote de la mancha (Instituo Cervantes / crítica)

Miguel de Cervantes - Don Quijote de La Mancha 2 Vol.

Miguel de Cervantes - Don Quixote de la Mancha (Edición del IV Centenário – Real Academia Española)

Miguel de Cervantes - Don Quixote de la Mancha (Galáxia Gutenberg e Círculos de Lectores)

Miguel de Cervantes - El ingenioso hidalgo Dom Quijote de la mancha (ed. Anaya)

Miguel de Cervantes - O engenhoso fidalgo D. Quixote de La Mancha (editora 34)

Miguel de Cervantes - O engenhoso fidalgo Dom Quixote de La Mancha – ed. Itatiaia – vol.1

Miguel de Cervantes - O engenhoso fidalgo Dom Quixote de La Mancha – ed. Itatiaia – vol.2

Miguel de Cervantes - Obras completas

Miguel de Servante - D. Quixote (recontado por Orígenes Lessa)

Miguel de Unamuno - A vida de Don Quixote y Sancho

Miguel Jorge - O Visitante / Os Angélicos

Miguel Reale - A constitucionalidade da lei do nível universitário

Miguel Reale - A teoria do Dreito e o Estado

Miguel Reale - Experiência e cultura

Miguel Reale - Figuras da inteligência brasileira

Miguel Reale - Fundamentos do Direito

Miguel Reale - Questões de Direito

Miguel Reale e outros - A inconstitucionalidade da lei do nível universitário

Miguel Reale, Hermes Lima e outros - Direito, Ciência Política e Administração

Miguel Rede - Liberdade e Democracia

Miguel Spinelli - Filosofia e Ciência

Miguel Spinelli - Filósofos pré-socráticos

Miguel Spinelli - Helenização e recriação dos sentidos

Miguel Spinelli - Questões fundamentais da filosofia grega

Miguel Torga - O senhor Ventura

Mika Waltari - O Romano

Mika Waltari - O segredo do reino

Mike Davis - Holocaustos Coloniais

Mike Tyson – a verdade nua e crua

Mike Tyson e Larry Sloman

Mikhail Bakhtin - Marxismo e filosofia da linguagem

Mikhail Bakunin - Estatismo e Anarquia

Miles J. Unger - O Magnífico

Millôr Fernandes - Apresentações

Millôr Fernandes - Crítica da razão impura ou o primado da ignorância

Miloard M. Drachkouith - O Marxismo no Mundo Moderno

Milovan Djilas - A nova classe

Milton Greco - A aventura humana entre o real e o imaginário

Milton Hatoum - Cinzas do norte

Milton Hatoum - Dois Irmãos

Milton Hatoum - Órfãos do eldorado

Milton Hatoum - Relato de um certo oriente

Milton Hunnex - Filósofos e Correntes Filosóficas em gráficos e diagramas

Milton José Pinto - Análise semântica de línguas naturais – caminhos e obstáculos

Milton Jupiassu - Questões epistemológicas

Ministério da Previdência e Assistência Social e INSS - Revista da PG-INSS – nº 1, vol. 6

Ministério Público Federal - Boletim informativo – secodid – n. 10,11,12,13,14,15,16,17,18,19,20,21,22,23,– edição especial Parte 1 e 2

Mino Carta - O castelo de âmbar

Mira e López - Psicologia Geral

Mira y Lopez - Quatro gigantes da alma

Mirador - Enciclopédia – vol. 6

Mirador (Enciclopédia Britânica do Brasil) - Volume 6 (Cinema / Crusta)

Miranda Carter - Os três imperadores

Mircea Eliade - Aspectos do mito

Mircea Eliade - Tratado de História das Religiões

Mireea Eliade - História das crenças e das idéias religiosas

Moacir Pereira - O direito à informação na nova lei de imprensa

Moacir Sciliar - A Majestade do Xingu

Moacyr Scliar - A Mulher que escreveu a Bíblia

Modesto Carvalhosa - O livro negro da corrupção

MOF - Entendendo a aldulteração de combustíveis (revista)

Mohammed Abed al-Jabri - Introdução à crítica da razão árabe

Molière - Comédias

Molinero - As deusas mães de nossa humanidade

Monah Delacy - Introdução ao Teatro

Mondolfo - O Pensamento antigo Vol I

Mondolfo - O Pensamento antigo Vol II

Mônia Clarissa Henning Leal - A Constituição como princípio

Mônica Nicida Garcia - Responsabilidade do agente público

Monteiro Lobato - Dom Quixote das Crianças

Montellato, Cabrini e Catelli - História temática: tempos e culturas

Monterio Lobato - O Poço do Visconde

Montesquieu - As Causas da Grandeza dos Romanos e da sua Decadência

Montesquieu - Cartas persas (trad. Mário Barreto)

Montesquieu - O Espírito das Leis

Morton H. Fried - A evolução da sociedade política

Moses I. Finle - Política no mundo antigo

Motowi Giocchetti de Souza - Ação Civil Pública e Inquérito Civil

MPF - Bibliografia dos membros do MPF

MPF - Crimes cibernéticos (revistas)

MPF - Lei Orgânica do Ministério Público da União

MPF - Regimento Interno – 2008

MPF - Relatório de Atividades do MPF – 1993

MPF - Relatório de Atividades do MPF – 2002

MPF – 4ª CCR - Deficiências em estudos de impacto ambiental

MPF – PFDC (revista) - Convençaõ Intermericana contra corrupção

Muhammad Yunus - O banqueiro dos pobres

Muriel Romana - Marco Polo vol. 2 - além da grande muralha

Muriel Spark - Memento Mori

Murilo Carvalho - O rastro do jaguar

Mussa Kuraiem - Aconteceu em Damasco

Mussa Kuraiem - Cristãos e Muçulmanos

Mussa Kuraiem - O primeiro alfabeto

Mussa Kuraiem - Poetas e Claifas

Myriam Becho Mota e Patrícia Ramos Braick - História – das cavernas ao terceiro milênio

 

Em: 26.11.16.

 

Obs.:

On 21 Abril 2017

Não gosto muito do tema, mas vamos lá:

101 dicas de Português

1 - "Custas só se usa na linguagem jurídica" para designar despesas feitas no processo. Portanto, devemos dizer: "O filho vive à custa do pai". No singular.

CERTO, muito embora não haja erro em dizer "às custas".

2 - Não existe a expressão "à medida em que". Ou se usa à medida que correspondente a à proporção que, ou se usa na medida em que equivalente a tendo em vista que.

BOBAGEM, a língua evolui, do contrário ainda estaríamos assistindo ao "formidável enterro da 'nossa" última quimera", como no poema de Augusto de Guimaraens.  (CORRIJAM-ME SE O AUTOR ESTIVER ERRADO)

3 - 'O certo é "a meu ver" e não ao meu ver.

BOBAGEM, não há diferença semântica entre uma e outra expressão.

4 - "A princípio" significa inicialmente, "antes de mais nada": Ex: A princípio, gostaria de dizer que estou bem. "Em princípio" quer dizer "em tese". Ex: Em princípio, todos concordaram com minha sugestão.

CERTO, mas meio óbvio.

5 - "À-toa", (com hífen), é um adjetivo e significa "inútil", "desprezível". Ex: Esse rapaz é um sujeito à-toa. "À toa", (sem hífen), é uma locução adverbial e quer dizer "a esmo", "inutilmente". Ex: Andava à toa na vida.

ERRADO, "à-toa" não existe, "atoa" está consagrado como adjetivo na linguagem coloquial, mas a palavra não é reconhecida nem pelo Houaiss, nem pelo Aurélio, e ainda este último reconhece "à toa" como adjetivo, além de locução adverbial.

6 - Com a conjunção se, deve-se utilizar acaso, e nunca caso. O certo: "Se acaso vir meu amigo por aí, diga-lhe..." Mas podemos dizer: "Caso o veja por aí...".

CERTO, mas era bom ter dito que ACASO é advérbio, além de substantivo, e CASO é conjunção, além de substantivo; CASO "anda sozinho" e pode iniciar oração, ACASO não pode iniciar oração e deve sempre acompanhar verbo ou substantivo.

7 - 'Acerca de' quer dizer 'a respeito de'. Veja: Falei com ele acerca de um problema matemático. Mas há cerca de é uma expressão em que o verbo haver indica tempo transcorrido, equivalente a faz. Veja: Há cerca de um mês que não a vejo.

CERTO, mas é célebre caso do óbvio ululante.

8 - Não esqueça: alface é substantivo feminino. A Alface está bem verdinha.

CERTO, mas alguém aí diz "o alface"?

9 - Além pede sempre o hífen: 'além-mar', 'além-fronteiras', etc.

ERRADO, o "além" que leva hífen é o prefixo, o advérbio, não.

10 - Algures é um advérbio de lugar e quer dizer 'em algum lugar '. Já alhures significa 'em outro lugar'.

CERTO.

11 - Mantenha o timbre fechado do o no plural dessas palavras: 'almoços', 'bolsos', 'estojos', 'esposos', 'sogros', 'polvos', etc.

ERRADO, sogros admite as duas pronúncias e aquele etc. é um a generalização excessiva e perigosa.

12 - O certo é 'alto-falante', e não auto-falante.

CERTO, mas acho que é isso só é problema para os cariocas.

13 - O certo é 'alugam-se casas', e não aluga-se casas. Mas devemos dizer precisa-se de empregados, trata-se de problemas. Observe a presença da preposição (de) após o verbo. É a dica pra não errar.

CERTO, mas ninguém até hoje explicou o porquê disso de modo convincente para o homem médio, e no dia a dia ninguém fala na voz passiva.

14 - Depois de ditongo, geralmente se emprega x. Veja: 'afrouxar', 'encaixe', 'feixe', 'baixa', 'faixa', 'frouxo', 'rouxinol', 'trouxa', 'peixe', etc.

CERTO, mas o etc. mais uma vez generaliza demais.

15 - Ancião tem três plurais: 'anciãos', 'anciães', 'anciões'.

CERTO.

16 - Só use ao 'invés de' para significar 'ao contrário de', ou seja, 'com idéia de oposição'. Veja: Ela gosta de usar preto ao invés de branco. Ao invés de chorar, ela sorriu. Em vez de quer dizer em lugar de. Não tem necessariamente a idéia de oposição. Veja: Em vez de estudar, ela foi brincar com as colegas. (Estudar não é antônimo de brincar).

ERRADO, as expressões são sinônimas.

17 - Ainda se vê e se ouve muito atrasar em lugar de aterrissar, com dois s. 'Escreva sempre com o s dobrado'.

INCOMPREENSÍVEL, mas de, qualquer modo, tanto Houaiss como Aurélio registram aterrizar (com Z) como sinônimo absoluto de aterrissar.

18 - 'Não existe preço barato ou preço caro'. Só existe preço alto ou baixo. 'O produto, sim, é que pode ser caro ou barato'. Veja: Esse televisor é muito caro. O preço desse televisor é alto.

ERRADO, além de ser uma generalização perigosa, pois, em comparações um preço pode ser sim caro ou barato, mais uma vez vale lembrar que a língua evolui, por ex., há uns 15-20 anos atrás ninguém usava "pontual" no sentido de determinado, específico, relativo a um ponto.

19 - Ainda se vê muito, principalmente na entrada das cidades, a expressão bem vindo (sem hífen) e até benzendo. As duas estão erradas. Deve-se escrever 'bem-vindo', sempre com hífen.

INCOMPREENSÍVEL, mas, de qualquer modo, bem-vindo é a forma dicionarizada, embora na linguagem coloquial benvindo já esteja disseminado e bem vindo não contenha nenhum erro grave.

20 - Atenção: 'nunca empregue hífen depois de bi, tri, tetra, penta, hexa, etc.. O nome fica sempre coladinho. O Sport se tornou tetracampeão no ano 2000. O Náutico foi hexacampeão em 1968. O Brasil foi bicampeão em 1962.

ERRADO, pela NOVA regra estes prefixos levam hífen diante de palavra iniciada pela mesma vogal que os termina, por ex. bi-incidência, tetra-angulado, ou iniciada por H, o que não é o caso de trilegal e pentacampeão, por certo.

21 - Veja bem: 'uma revista bimensal é publicada duas vezes ao mês', ou seja, de 15 em 15 dias. 'A revista bimestral só sai nas bancas de dois em dois meses'. Percebeu a diferença?

CERTO, mas cuidado: dicionários antigos consideravam estas expressões como sinônimas.

22 - Hoje, tanto se diz 'boêmia' como 'boemia'. Nelson Gonçalves consagrou a segunda, com a tonicidade no mia.

CERTO, a língua evolui; já tínhamos Boêmia como nome próprio, já tínhamos boêmia como adjetivo flexionado no gênero, a boêmia substantivo comum tornou-se boemia para se diferenciar, mas isso é muito mais antigo que o santanense Nélson Gonçalves.

A PROPÓSITO, Nélson em português leva acento e a regra NÃO exclui nomes próprios.

23 - Cuidado: 'Eu caibo' dentro daquela caixa. A primeira pessoa do presente do indicativo assim se escreve porque o verbo é irregular.

CERTO, mas alguém diz "eu cabo"?

24 - Preste atenção: 'o senador Luiz Estevão foi cassado'. Mas 'o leão foi caçado' e nunca foi achado. Portanto, 'cassar' (com dois s) quer dizer tornar nulo, sem efeito.

CERTO, mas "cassar" tem outras significações

25 - Existem palavras que 'só devem ser empregadas no plural'. Veja: os óculos, as núpcias, as olheiras, os parabéns, os pêsames, as primícias, os víveres, os afazeres, os anais, os arredores, os escombros, as fezes, as hemorróidas, etc.

CERTO  apenas para núpcias, primícias, víveres, anais e escombros, também para óculos no sentido de aparelho usado  para ver melhor;

ERRADO para todos os outros exemplos e principalmente o etc.

26 - Pouca gente tem coragem de usar, mas o plural de caráter é 'caracteres'. Então, Carlos pode ser um bom-caráter, mas os dois irmãos dele são dois maus-caracteres.

CERTO, mas fora o Odorico Paraguaçu ninguém usa.

27 - 'Cartão de crédito e cartão de visita não pedem hífen'. 'Já cartão-postal exige o trapinho.

CERTO, mas o problema é explicar o porquê.

28 - 'Catequese se escreve com s', mas 'catequizar é com z'. Esse português...

CERTO, mas esta diferença vem desde o latim eclesiástico, aquele latim usado - e falado- na Igreja Católica na Idade Média.

29 - O exemplo acima foge de uma regrinha que diz o seguinte: os verbos derivados de palavras primitivas grafadas com s formam-se com o acréscimo do sufixo -ar: análise-analisar, pesquisa-pesquisar, aviso-avisar, paralisia-paralisar, etc.

INCOMPREENSÍVEL, assim como o amor que o autor tem pelo etc.

30 - 'Censo' é de recenseamento'; 'senso' refere-se a juízo'. Veja: O censo deste ano deve ser feito com senso crítico.

CERTO, mas alguém aí tinha dúvida?

31 - 'Você não bebe a champanhe. Bebe o champanhe'. É, portanto, palavra masculina.

BOBAGEM, prefira a champanhe, a mesma coisa vale para a musse,

pois nós falamos português e não francês.

32 - 'Cidadão só tem um plural: cidadãos'.

CERTO, mas como hoje ninguém mais usa peães como plural de peão, logo, logo o plural de cidadão também vai admitir a forma cidadões.

33 - Cinqüenta não existe. 'Escreva sempre cinquenta'.

CERTO, depois da NOVA regra.

34 - Ainda tem gente que erra quando vai falar gratuito e dá tonicidade ao i, como de fosse gratuíto. 'O certo é gratuito', da mesma forma que pronunciamos intuito, circuito, fortuito, etc.

CERTO, mas não se esqueçam da "boemía"

35 - E ainda tem gente que teima em dizer rúbrica, em vez de rubrica, com a sílaba bri mais forte que as outras. 'Escreva e diga sempre rubrica'.

CERTO, mas cuidado com a "boemía."

36 - 'Ninguém diz eu coloro esse desenho'. Dói no ouvido. Portanto, o verbo colorir é defectivo (defeituoso) e não aceita a conjugação da primeira pessoa do singular do presente do indicativo. 'A mesma coisa é o verbo abolir'. Ninguém é doido de dizer eu abulo. Pra dar um jeitinho, diga: Eu vou colorir esse desenho. Eu vou abolir esse preconceito.

BOBAGEM, os verbos ditos defectivos estão acabando, ou por desuso, ou por imposição da conjugação normal, hoje muita gente diz  - e escreve - eu coloro e eu abulo sem problema nenhum

37 - 'Outro verbo danado é computar'. Não podemos conjugar as três primeiras pessoas: eu computo, tu computas, ele computa. A gente vai entender outra coisa, não é mesmo? Então, para evitar esses palavrões, decidiu-se pela proibição da conjugação nessas pessoas. Mas se conjugam as outras três do plural: computamos, computais, computam.

ERRADO, hoje esse verbo é considerado e usado como regular

38 - Outra vez atenção: os verbos terminados em -uar fazem a segunda e a terceira pessoa do singular do presente do indicativo e a terceira pessoa do imperativo afirmativo em -e, e não em -i. Observe: Eu quero que ele continue assim. Efetue essas contas, por favor. Menino, continue onde estava.

INCOMPREENSÍVEL, acho que o autor quis dizer uma coisa e disse outra.

39 - A propósito do item anterior, devemos lembrar que os verbos terminados em -uir devem ser escritos naqueles tempos com -i, e não -e. Veja: Ele possui muitos bens. Ela me inclui entre seus amigos de confiança. Isso influi bastante nas minhas decisões. Aquilo não contribui em nada com o progresso.

INCOMPREENSÍVEL, devido à menção à nota anterior

40 - 'Coser significa costurar'. 'Cozer significa cozinhar'.

CERTO.

41 - 'O correto é dizer deputado por São Paulo', 'senador por Pernambuco', e não deputado de São Paulo e senador de Pernambuco.

BOBAGEM.

42 - 'Descriminar' é absolver de crime, inocentar. 'Discriminar' é distinguir, separar. Então dizemos: Alguns políticos querem descriminar o aborto. Não devemos discriminar os pobres.

CERTO, mas devemos preferir descriminalizar a descriminar.

43 - 'Dia a dia (sem hífen) é uma expressão adverbial que quer dizer todos os dias, dia após dia'. Por exemplo: Dia a dia minha saudade vai crescendo. Enquanto que 'dia-a-dia (com hífen) é um substantivo que significa o cotidiano' e admite o artigo: O dia-a-dia dessa gente rica deve ser um tédio.

ERRADO, "dia-a-dia" não existe. Use sem hífen em qualquer sentido.

44 - 'A pronúncia certa é disenteria', e não desinteria.

CERTO, mas o problema é que ninguém fala essa palavra tal como ela é escrita,

a não ser os apresentadores de telejornais.

45 - A palavra 'dó (pena) é masculina'. Portanto, 'Sentimos muito dó daquela moça'.

CERTO, pelo menos é o que os dicionários dizem.

46 - 'Nas expressões é muito, é pouco, é suficiente, o verbo ser fica sempre no singular', sobretudo quando denota quantidade, distância, peso. Ex: Dez quilos é muito. Dez reais é pouco. Dois gramas é suficiente.

 

NÃO SEI,  porém prefiro concordar o verbo com o sujeito.

47 - 'Há duas formas de dizer': é proibido entrada, e é proibida a entrada. Observe a presença do artigo a na segunda locução.

BOBAGEM, a primeira forma, quiçá correta, é por demais confusa e seu uso deve ser evitado

48 - Já se disse muitas vezes, mas vale repetir: 'televisão em cores ', e não a cores.

BOBAGEM,  o uso já consagrou a forma que um dia foi errada.

49 - Cuidado: 'emergir é vir à tona', vir à superfície. Por exemplo: O monstro emergiu do lago. Mas 'imergir é o contrário': é mergulhar, afundar. Veja o exemplo: O navio imergiu em alto-mar.

CERTO, mas alguém aí confundia isso?

50 - A confusão é grande, mas 'se admitem as três grafias': 'enfarte, enfarto e infarto'.

ERRADO, admite-se também uma quarta: infarte, que, aliás, é a que  o povo usa.

51 - Outra dúvida: nunca devemos dizer estadia em lugar de estada. Portanto, a minha estada em São Paulo durou dois dias. Mas a estadia do navio em Santos só demorou um dia. Portanto, 'estada' para permanência de pessoas, e 'estadia' para navios ou veículos'.

ERRADO, os dicionários mais novos não fazem mais essa distinção.

52 - E não esqueça: 'exceção é com ç', mas 'excesso é com dois ss'.

CERTO, mas alguém ainda tinha dúvida?

53 - Lembra-se dos 'verbos defectivos'? Lá vai mais um: 'falir'. No presente do indicativo só apresenta a primeira e a segunda pessoa do plural: nós falimos, vós falis. Já pensou em conjugá-lo assim: eu falo, tu fales...Horrível, não?

 

NÃO SEI.

54 - Todas as expressões adverbiais formadas por 'palavras repetidas dispensam a crase': 'frente a frente', 'cara a cara', 'gota a gota', 'face a face', etc.

CERTO, PARA as expressões citadas, mas, alguém, pelo amor de Deus,

tire daí esse maldito etc!

55 - Outra vez tome cuidado. Quando for ao supermercado, 'peça duzentos ou trezentos gramas' de presunto, 'e não duzentas ou trezentas'. Quando significa unidade de massa, grama é substantivo masculino. 'Se for a relva, aí sim, é feminino': não pise na grama; a grama está bem crescida.

BOBAGEM, o uso já consagrou a foram errada.

56 - É frequente se ouvir no rádio ou na TV os entrevistados dizerem: Há muitos 'anos atrás...' Talvez nem saibam que estão construindo uma frase redundante. Afinal, há já dá idéia de passado. Ou se diz simplesmente 'há muito anos...' ou 'muitos anos atrás...' Escolha. Mas não junte o há com atrás.

 

BOBAGEM,  o pleonasmo é um recurso  de retórica válido e muito útil.

57 - Cuidado nessa arapuca do português: as palavras paroxítonas terminadas em -n recebem acento gráfico, mas as terminadas em -ns não recebem: 'hífen', 'hifens'; 'pólen', 'polens'.

CERTO.

58 - Atenção: 'Ele interveio' na discórdia, 'e não interviu'. Afinal, 'o verbo é intervir, derivado de vir'.

 

CERTO, mas precisava explicar?

59 - 'Item' não leva acento' . Nem seu plural 'itens'.

CERTO, mas quem não sabia?

60 - O certo é 'a libido', feminino. Devo dizer: 'Minha libido' hoje não tá legal.

CERTO, mas quem não conhecia o gênero da "moça"?

61 - Todo mundo gosta de dizer 'magérrima', 'magríssima', mas o superlativo de magro é 'macérrimo'.

ERRADO, todas as três formas são aceitas hoje.

62 - Antes de particípios não devemos usar 'melhor' nem 'pior'. Portanto, devemos dizer: os alunos mais bem preparados são os do 2o grau. E nunca: os alunos melhor preparados...

ERRADO, não é proibido o uso de advérbios de comparação com adjetivos derivados de particípios passados.

63 - Essa história de 'mal com l', e 'mau com u', até já cansou: É só decorar: 'Mal' é antônimo de bem, e 'mau' é antônimo de bom. É só substituir uma por outra nas frases para tirar a dúvida.

CERTO, mas os cariocas nunca aprendem.

64 - Pronuncie 'máximo', como se houvesse dois ss no lugar do x. (mássimo)

 

CERTO, mas; alguém fala de algum outro jeito?!

65 - Toda vez que disser: 'É meio-dia e meio você estará errando. 'O certo é: meio-dia e meia', ou seja, meio-dia e meia hora.

CERTO, mas, será que alguém presta atenção?

66 - Não tenho 'nada a ver' com isso, e não 'haver' com isso.

CERTO, mas alguém é tão burro assim para confundir?

67 - 'Nem um nem outro' leva o verbo para o singular: Nem um nem outro conseguiu cumprir o que prometeu.

CERTO.

68 - Toda vez que usar o 'verbo gostar' tenha cuidado com a ligação que ele tem com a preposição de. Ex: a coisa de que mais gosto é passear no parque. A pessoa de que mais gosto é minha mãe.

CERTO, mas em processo acelerado de desuso.

69 - Lembre-se: 'pára', com acento, é do verbo parar, e 'para', sem acento, é a preposição. Portanto: Ele não pára de repetir para o amigo que tem um carro novo.

ERRADO, a NOVA regra tirou o acento do verbo, que já ninguém usava.

70 - E tem mais: 'pelo', (sem acento), é preposição (contração da preposição por com o artigo o) e pêlo, com acento, é o cabelo.

ERRADO, um reforma já antiga eliminou os acentos diferenciais.

71 - E quer mais? 'Pêra', a fruta, leva acento, só para diferenciar de uma antiga preposição também chamada 'pera'. Já o plural dispensa o acento: 'peras'. Dá pra entender? O jeito é decorar.

ERRADO, tal como o anterior

72 - Ainda tem mais uma palavra com acento diferencial: 'pôde', terceira pessoa do singular do pretérito perfeito do verbo poder. É para diferenciar de 'pode', a forma do presente. Então dizemos: Ele até que pôde fazer tudo aquilo, mas hoje não pode mais. Percebeu a diferença?

CERTO, ainda bem que sobrevive este acento diferencial.

73 - 'Pôr só leva acento quando é verbo': "Quero pôr tudo no seu devido lugar". Mas 'se for preposição, não leva acento': Por qualquer coisa, ele se contenta.

CERTO, "pôr" verbo é tônico, vira "pô" na pronúncia barbarizada, enquanto "por" é átono, vira "pur(r)" na pronúncia barbarizada.

74 - Fique atento: nunca diga, nem escreva 1 de abril, 1 de maio. Mas sempre: 'primeiro de abril', 'primeiro de maio'. Prevalece o ordinal.

CERTO.

75 - É chato, pedante ou parece ser errado dizer quando eu 'vir' Maria, darei o recado a ela. Mas esse é o emprego correto do 'verbo ver' no futuro do subjuntivo. Se eu o vir, quando eu o vir. Mas quando é o 'verbo vir' que está na jogada, a coisa muda: quando eu 'vier', se eu 'vier'.

CERTO.

76 - Só use 'quantia' para somas em dinheiro. Para o resto, pode usar 'quantidade'. Veja: Recebi a quantia de 20 mil reais. Era grande a quantidade de animais no meio da pista.

ERRADO.

77 - O prefixo 'recém' sempre se separa por hífen da palavra seguinte e deve ser pronunciado como oxítona: recém-chegado de Londres.

CERTO, o "além" que leva hífen é o prefixo, o advérbio, não.

78 - Não esqueça: 'retificar é corrigir', e 'ratificar é comprovar, reafirmar': "Eu ratifico o que disse e retifico meus erros.

CERTO.

79 - Quando disser 'ruim', diga como se a sílaba mais forte fosse -im. Não tem cabimento outra pronúncia.

BOBAGEM, as pessoas, no Brasil vão entender quer tu digas ruím, rúim ou rúnhim.

80 - Fique atento: só empregamos 'São' antes de nomes que começam por consoante: 'São Mateus', 'Sã o João', 'São Tomé', etc. Se o nome começa por vogal ou h, empregamos 'Santo: 'Santo Antônio', 'Santo Henrique', etc.

 

ERRADO,  não é incorreto dizer ou escrever Santo Tomé, etc...

81 - E lembre-se: 'seção, com ç', quer dizer 'parte de um todo, departamento': a seção eleitoral, a seção de esportes. Já 'sessão, com dois ss', significa intervalo de tempo que dura uma reunião, uma assembléia, um acontecimento qualquer: 'A sessão do cinema demorou muito tempo'.

INCOMPREENSÍVEL,  o autor se confundiu entre seção, secção e sessão.

82 - Não confunda: 'senão', (juntinho), quer dizer"caso contrário" e 'se não', (separado), equivale a "se por acaso não". Veja: Chegue cedo, senão eu vou embora. Se não chegar cedo, eu vou embora. Percebeu a diferença?

INCOMPREENSÍVEL.

83 - Tire esta dúvida: quando 'só' é adjetivo equivale a sozinho e varia em número, ou seja, pode ir para o plural. Mas 'só' como advérbio, quer dizer somente. Aí não se mexe. Veja: Brigaram e agora vivem sós (sozinhos). Só (somente) promessas não os trarão de volta.

ERRADO,  o uso de "só" como advérbio deve ser condenado.

84 - É comum vermos no rádio e na tv o entrevistado dizer: O que nos falta são ' subzídios'. Quer dizer, fala o s com a pronúncia do z. Mas não é: pronuncia-se 'ss'. Portanto, escreva 'subsídio' e pronuncie 'subssídio'.

ERRADO, a pronúncia correta é, realmente "subzídio", tal como "subzistência, trânzito, tranzação, tranze".

85 - 'Taxar' quer dizer 'tributar', 'fixar preço'. 'Tachar' é 'atribuir defeito', 'acusar.

CERTO, mas alguém usa "tachar"?

86 - E nunca diga: 'Eu torço para o Flamengo'. Quem torce de verdade, 'torce pelo Flamengo'.

ERRADO, são expressões sinônimas.

87 - Todo mundo tem dúvida, mas preste atenção: 50% dos estudantes passaram nos testes finais. Somente 1% terá condições de pagar a mensalidade. Acreditamos que 20% do eleitorado se abstenha de votar nas próximas eleições. Mais exemplos: 10% estão aptos a votar, mas 1% deles preferem fugir das urnas. Quer dizer, concorde o verbo com o mais próximo e saiba que essa regra é bastante flexível.

ERRADO, o verbo deve concordar com o núcleo do sujeito; flexível é o junco da beira da lagoa.

88 - 'Um dos que' deixa dúvidas,mas, pela norma culta, devemos pluralizar. Ainda há gramáticos que aceitam o emprego do singular depois dessa expressão. Mas o correto é: Eu sou um dos que foram admitidos. Sandra é uma das que ouvem rádio.

ERRADO, o verbo deve concordar com o núcleo do sujeito.

89 - 'Veado' se escreve com e, e não com I.

ERRADO, o que anda sempre de 4 patas é com "e", já aqueloutro que fica de 4 eventualmente é cada vez mais descrito com "i".

90 - Esse português da gente tem cada uma: 'tem viagem com G e viajem com J' . Tire a dúvida: viagem é o substantivo: A viagem foi boa. Viajem é o verbo: Caso vocês viajem, levem tudo.

CERTO, mas qual é a novidade? Os portugueses já viajavam assim antes de descobrir o Brasil!

91 - O prefixo 'vice' sempre se separa por hífen da palavra seguinte: vice-prefeito, vice-governador, vice-reitor, vice-presidente, vice-diretor, etc.

CERTO,  vice é como o ex, deve sempre guardar distância do titular.

92 - Geralmente, se usa o 'x depois da sílaba inicial en': enxaguar, enxame, enxergar, enxaqueca, enxofre, enxada, enxoval, enxugar, etc. Mas cuidado com as exceções: encher e seus derivados (enchimento, enchente, enchido, preencher, etc) e quando -en se junta a um radical iniciado por ch: encharcar (de charco), enchumaçar (de chumaço), enchiqueirar (de chiqueiro), etc.

CERTO

93 - Não adianta teimar: 'chuchu' se escreve mesmo é com 'ch'.

CERTO, tal como chico e Chico.

94 - 'Ciclo vicioso' não existe. O correto é 'círculo vicioso'.

CERTO, mas dizer que não existe é exagero.

95 - E qual a diferença entre 'achar' e 'encontrar'? Use 'achar' para definir aquilo que se procura, e 'encontrar' para aquilo que, sem intenção nenhuma, se apresenta à pessoa. Veja: Achei finalmente o que procurava. Maria encontrou uma corda debaixo da cama. Jorge achou o gato dele que fugiu na semana passada.

ERRADO, os dicionários não fazem essa distinção.

96 - 'Adentro' é uma palavra só: meteu-se porta adentro. A lua sumiu noite adentro.

CERTO, mas alguém tinha dúvida?

97 - Não existe 'adiar para depois'. Isso é redundante, porque adiar só pode ser para depois.

 

BOBAGEM, o pleonasmo é um recurso de retórica válido e muito útil.

98 - 'Afim' (juntinho) tem relação com afinidade: gostos afins, palavras afins. 'A fim de' (separado) equivale a para: veio logo a fim de me ver bem vestido.

CERTO, embora mal explicado.

99 - Pode parecer meio estranho, mas pode conjugar o 'verbo aguar' normalmente: eu águo, tu águas, ele água, nós aguamos, vós aguais, eles águam. Idem, 'adequar': eu adéquo...

ERRADO, na prática, esses verbos são, sim, defectivos, não sendo utilizados nunca nas formas rizotônicas.

100 - 'Centigrama' é uma palavra masculina: dois centigramas.

 

BOBAGEM, já falamos da grama...

101 - Não existe a palavra “récorde”, e sim “recorde”, com sílaba tônica no “o”. Lembre-se que toda palavra proparoxítona é acentuada.

ERRADO, as duas formas são admitidas em português.

P.S.: os comentários em azul são de: Cicero Augusto Pujol Correa.

On 20 Novembro 2016

BIBLIOTECA DO PROCURADOR DA REPÚBLICA

OSÓRIO BARBOSA

 

 

                     AUTORES                                         LIVROS

 

N

On 05 Outubro 2016

 

Coisas da neuropsicologia. Vejam que interessante.

Pra distrair um pouco!

On 01 Agosto 2016

 BIBLIOTECA DO PROCURADOR DA REPÚBLICA

Página 1 de 44
Você está aqui: Home Ideias Curisidades