Poesias

In Poesia

Contrato de amor.

 

Contrato de amor

 

 

Eu não sou teu

Nem você é minha

Escolhemos tomar

Este caminho juntos

Até que a vida

Nos separe

Ou nos leve

Até outros mundos

Me comprometo a

Não tentar mudar-te

Me comprometo

A deixar-te sentir

Tua liberdade

A deixar-te estar triste

Quando estejas triste

Longe quando estejas longe

Perto quando estejas perto

Me comprometo a soltar-te

A respeitar-te

Como ser único e diferente

A deixar-te crescer

Diminuir

Nascer e morrer

Toda vez que

Te der vontade

Este é meu contrato de amor

Passageiro e aprendiz

Te amo livre e livre

Me entrego ao que a

Vida disponha.

Yo no soy tuyo

Ni vos sos mía

Elegimos tomar

Este camino juntos

Hasta que la vida

Nos bifurque

O nos lleve

Hacia otros mundos

Me comprometo a

No intentar cambiarte

Me comprometo

A dejarte sentir

Tu libertad

A dejarte estar triste

Cuando estes triste

Lejos cuando estes lejos

Cerca cuando estes cerca

Me comprometo a soltarte

A respetarte

Como ser único y diferente

A dejarte crecer

Descrecer

Nacer y morir

Las veces que

Se te de la gana

Este es mi contrato

De amor

Transeúnte y aprendiz

Te amo libre y libre

Me entrego a lo que la

Vida disponga.

Autor: anônimo.

 

Tradução do fofinho Cícero Pujol e do macérrimo Osório Barbosa.